Economia

A principal riqueza natural do município é o Petróleo seguido pela Madeira. O solo cabindense é rico também em manganês, titânio, argila, burgau, cal, potássio, ouro, diamante, urânio , fosfato. 

Petróleo

O Decreto-Lei português emitido a 10 de Julho de 1957, autorizava à Cabinda Gulf Oil Co. o monopólio de pesquisas de petróleo e derivados, no Enclave de Cabinda por três anos de prospeçcão e 50 anos de exploração.

A descoberta do petróleo de Cabinda nos anos 50 e a sua primeira exploração e exportação nos anos 60 atribuiu ao Território do Cabinda um lugar estratégico vital e fundamental nesses anos ditos da guerra fria no curso dos quais o mundo era dividido em dois blocos antagónicos Leste e Oeste. Está efectivamente foi o regime colonial português que tinha negociado e assinado todos os primeiros contratos de exploração mineira com as multinacionais petrolíferas e que Portugal é, parece, hoje substituído pelo regime néocolonialiste angolano.

Madeira

“A Floresta de Mayombe está localizada na República do Congo, ou Congo Brazzaville, e é uma das maiores e mais importantes de África. Trata-se de uma zona repleta de árvores gigantescas que cobrem tudo de verde. São árvores que têm uma madeira excelente, e por isso têm um grande valor económico. A China sabe disso e está a aproveitar esta onda, por isso, já há anos que esta selva está repleta de pessoas que trabalham continuamente a cortar árvores. Uma vez cortadas, introduzem os troncos gigantescos em camiões enormes que os transportam até um porto, normalmente o de Cabinda, devido à proximidade. Ali, são levadas ao seu destino definitivo, a China. Nesta selva há apenas uma estrada de terra que une a zona com as cidades e os portos, por isso, como podem imaginar, circulam por ela centenas de camiões repletos de madeira todos os dias. É incrível o movimento que se vê, e pessoalmente, a situação deu-me muita pena, já que a este ritmo a paisagem da selva irá mudar radicalmente em poucos anos”.

Palavras ditas por: Mmozamiz

Nota:
O transporte, a pesca, o comércio, a hotelaria, o turismo e a construção civil são outras actividades que começam a ganhar peso na economia da cidade.

A agricultura: A terra é muita fecunda e permite uma variedade de culturas tais como o café, feijão, banana, mandioca, fruta, hortaliça, batata entre outras…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: